Friday, September 29, 2006

A incrível e triste história da Fininha e do Chunga

Fininha era a rapariga mais mal criada e ordinária que aquela rua alguma vez tinha conhecido. Falava sempre aos gritos e fazia questão de introduzir nas suas frases duas ou três asneiras para compôr a coisa. As mãos apoiavam-se nas ancas amiúde, como que a dar balanço ao berro seguinte.
A hora preferida para a Fininha dar o ar de sua graça, era, geralmente, depois da meia-noite, para ter a certeza que toda a gente ouvia, já que as casas estavam mergulhadas no silêncio do sono.
Chunga era um miúdo de andar gingado, boné, brinco de ouro (ou brilhante), unhas roídas e asneira sempre pronta.
Dizia "prontos", "tivestes", "falastes" e escrevia "fodasse" em vez de "foda-se".
A Fininha e o Chunga conheceram-se numa feira, ao pé dos carrinhos de choque e desde aí não se separaram mais. O que eles mais gostavam de fazer era discutir no meio da rua, alto e bom som, sem ligar a horas nem a nada. Naquele momento mágico só existiam eles os dois.
Ontem à noite a coisa complicou-se. A Fininha e o Chunga não só discutiram (devia ser uma da manhã) como também se envolveram à pancada. Ele chamou-lhe puta e disse que não queria que ela andasse com a amiga que a acompanhava no momento. Ela mandou-o para aquele sítio e disse que ela era sua amiga. Ele disse que ia fazer queixa à mãe dela, que já tinha dito que não queria sua filha Fininha em tais companhias. Seguiram-se uns estalos e o Chunga a gritar para ela se ir embora. Fininha foi, sempre aos berros, rua abaixo, com a amiga maldita pelo braço. Chunga arrependeu-se e ali ficou, de boné na cabeça, a chamar pela Fininha, inconsolável nos seus gritos.

7 comments:

mary said...

lololoololloolololollolol muito bom!!! E não é que foi mesmo assim?
Bonito bonito foi não conseguir dormir nada, mas isso são pormenores!

Aisling said...

Vocês vivem numa rua muita gira... Animação não lhe falta!!! lolol! ;)

apipocamaisdoce said...

Foram bem endrominadas com essa casa! E desde já sugiro que antes de se alugar ou comprar uma casa uma pessoa possa passar lá uma semanita, pelo menos!! Assm já sabe ao que vai!

Alminha Mariana said...

Alminhas ao rubro! Benditos os dias de chuva que fazerm reinar o silêncio no nosso bairo!

B. said...

Fofas.. Voces moram num mundo de fantasia? A vossa rua é em Oz ou q? Ele é velhos, é fininhas, é xungas, é o Carnaval n ano inteiro.. Bolas..
Mas ao menos é divertido..

Leididi said...

Fantasia?naaa...é a cruel e barulhenta realidade...

Anonymous said...

Lindoooo! Leididi! Quando segues o ilustre exemplo de Mamae e publicas o teu book?!?
Ass.: Carlita - A Alminha Intrusa